Contos e Crônicas

Poemas

Desvarios

  • Poemas

    Virtude

    Vícios também podem ser virtudes. A pitada de sal no doce cozinhando na panela. A gota de pimenta que salienta o sabor da comida no prato. Bebo meu café, ele é…

  • Poemas

    CORRENDO ATRÁS DO PRÓPRIO RABO

    em círculo correndo em círculo inequivocamente em círculo atrás do próprio rabo… o que seria o diabo? correr em círculo? não encontrar mais a cabeça? desatá-la do corpo? desnortear-se? definhar o…

  • Poemas

    LIMITAÇÕES

    elas são tantas as limitações, físicas ou não, que importa? num momento ou outro, como suor escorrido e inesperado, tornaram-se de uma normalidade angustiante… já não há uma lembrança clara do…

  • Poemas

    PASSO ADIANTE

    … do que me incomoda … do que me perturba … do que me faz mal. Passo adiante … de quem me abandona … de quem me esquece … de quem…

  • Contos e crônicas

    INCERTEZAS

    Não me prendo mais às certezas que antes norteavam cada hora de minha vida. Elas me dirigiam, como um diretor dirige um filme, roteiro em mão, pronto, com começo, meio e…

  • Poemas

    (IN)JUSTIÇA

    São dois pesose as medidassão duas.São duas medidase os pesossão dois.A balança,em eternodesequilíbrio,perde-sena loucurade nunca maisentenderpara que serve. Image by Florence Q.https://twitter.com/FlorensiQ…

  • Desvarios

    VOLTAR PELAS LEMBRANÇAS

    Se volto no tempo entre minhas lembranças, sinto chegar aos poucos imagens incertas, diálogos confusos, pensamentos dispersos, faces ocultas sob véus de quase esquecimento. É um conjunto de percepções aleatórias que…

  • Desvarios

    PARTINDO…

    Ele se põe docemente. Me preparo, talvez o imite… Tirar a reverência hoje para brilhar intensamente amanhã. Pôr do sol… Ponho-me… Disponho-me a  ir… Imagem: Esmoriz, por Jacqueline Aisenman…

  • Desvarios

    FORMAS DO MAR…

    O mar bate nas pedras e molda com os anos as suas formas indefinidas. Assim também o amor o faz no coração de quem muitas vezes nem o espera. Imagem: Esmoriz,…

  • Desvarios

    FLORESCER

    E quando eu florescer não serei a flor do mal, mas a flor que não arrancas, aquela que te sorri do caminho e te tatua um sorriso sem que nem percebas……