Contos e crônicas

Escrever é uma maneira de falar sem ser interrompido.
Jules Renard
Nesta seção você encontrará minhas crônicas e contos.
Não espere uma “divisão” entre os gêneros. A linha tênue que sempre existe entre eles, aqui é ainda mais frágil: costumo brincar, misturar, fazer experiências. E, como na poesia, também não faço rascunhos. É meu jeito de expressão, escrita simples e emocional.

  • Contos e crônicas

    HORÁCIO E O ÔNIBUS

    Horácio caminhou em direção ao ponto de ônibus certo de que não precisava correr. Seus passos largos certamente o fariam chegar lá antes do ônibus que surgia, quase sempre, do nada.…

  • Contos e crônicas

    AS ESPERAS DE ROSA

    Nos últimos tempos Rosa abriu mão de tudo. Não saía mais, não se arrumava mais. Fica em casa esperando. Esperava o carteiro, esperava o telefone tocar, esperava chegar quem lhe desse…

  • Contos e crônicas

    LOBAS

    A loba vai na frente, não há lobo para seguir. Olhando para trás volta e meia, ela guia outras lobas e seus filhos. Desde que os lobos se foram, as lobas…

  • Contos e crônicas

    ANDO NUVEM…

    Ando nesta espécie de nuvem que aproxima e distancia, que voa entre outras, se desmancha, chove, se nutre novamente se molda, evolve, se envolve e segue. Com a atenção voltada para…

  • Contos e crônicas

    ENCONTRO DAS CORES

    Cada parte de mim uma cor. Cada centímetro do corpo e todas as dimensões da alma e da vida. Sou tão cheia de cores que as nuances se encontram, se penetram…

  • Contos e crônicas

    INCERTEZAS

    Não me prendo mais às certezas que antes norteavam cada hora de minha vida. Elas me dirigiam, como um diretor dirige um filme, roteiro em mão, pronto, com começo, meio e…

  • Contos e crônicas Desvarios

    FERIDA?

    Penso que sou, como todos sobre a face da Terra, uma pessoa ferida pela vida. A vida, como se sabe, tem uma espécie de excesso de zelo pelo ensino de suas…

  • Contos e crônicas

    O PÁSSARO

    Todos os dias ouço o pássaro que canta. Não fosse eu morar num setor bastante urbanizado da cidade, as árvores atrás do condomínio me bastariam para compreender o canto do pássaro.…

  • Contos e crônicas

    NA MANHÃ QUE CHEGA…

    Na manhã que longe chega meus olhos já estão. Penso estar também, mas creio que na verdade não estou, nunca estive. O corpo se movimenta, anda pela casa, age como se…