Poemas

Todas as coisas têm seu mistério, e a poesia é o mistério de todas as coisas.
Federico Lorca

Nesta seção você encontrará meus poemas. Há muitas variações, não costumo usar técnicas e, na grande maioria das vezes, apenas escrevo, com muito sentimento e sem métrica. Gosto de me expressar sem fazer rascunhos, então você irá ler aqui textos que saíram de mim e não foram, em sua grande parte, revisados ou relidos antes de publicar. Mas como a vida é aprendizado, gosto também de criar estilos, contar versos e rimas… Ou me deixo apaixonar por algum estilo e então crio poemas em consequência!

  • Poemas

    VEJO…

    Vejo e finjo não ver as cruezas não foram feitas para mim para o coração que tenho e que ainda bate por outros também. Vejo e faço de conta que o…

  • Poemas

    A DOR DOS ANJOS

     conversando entre si os anjos não sorriem… há tristeza em seus olhos… uma tristeza que escorre em lágrimas… não fazem mais a guarda dos infantes de todas as idades… desde que…

  • Poemas

    ESPERANDO PASSAR

    parado no tempo nem o vento fala… o coração quase para ele para… para deixar passar a dor.…

  • Poemas

    AUSÊNCIA

    não há sinônimos para a ausência… toda palavra qualquer palavra que se use só conseguirá falar de um lado de uma face de uma fase de um estado da ausência… que…

  • Poemas

    ADAPTAÇÃO DA REALIDADE

    tocas o meu coração com os dedos ávidos do músico que encontrou a música perfeita… tocas o meu corpo com a emoção absoluta do padre que reza pela primeira vez a…

  • Poemas

    SER MÃE TODOS OS DIAS

    eu teria sido mãe todos os dias se a vida tivesse não só me permitido mas também me ensinado me deixado espaço para ser… me exigido menos nas ruas me soltado…

  • Poemas

    não quero e não vou me desculpar pela dor que me invade come transpira através dos meus poros e me violenta. não me desculpo porque não sou a vítima deste ódio/amor……

  • Poemas

    O RELÓGIO TOCOU

    o relógio tocou. na verdade ele foi mais além: despertou! destrancou as portas do tempo e por um instante fui capaz de enxergar lá e cá. seu despertar furioso escancarou-me as…

  • Poemas

    DOIS CORPOS

    dois corpos sendo um segundos eternos paixão incomum dos invernos desnudos calor certa dor… um talho na carne fissura na alma o líquido que invade saliva saliva… saliva e entrega o…

  • Poemas

    Pessoas mudam

    pelas circunstâncias conveniências pela ciência das ânsias… mudam as pessoas pela vontade ou pela obrigatoriedade de se manter vivo… os cortes e as feridas da vida… cabeça quente esfriada pelo cansaço…