Blog

Escrevo muito, publico pouco. Aqui. Mas já escrevi menos ou publiquei mais. Não consigo manter um blog diário. Ou semanário. Só de vez em quando. Tudo comigo é assim. Mais ou menos assim. Meu coração capricorniano não aceita falar muito de mim. Por vezes sobressai-se o lado mais sombrio. Eu deixo, mesmo não gostando. E quando há muita alegria em mim, também transbordo. Sou de longe a pessoa menos propensa à loucura. Confundi? Eu sei… sou pisciana. Vivo em mundos, céus, águas. Minhas viagens são transcendentais.

  • Blog

    DEIXE EU DAR MINHA OPINIÃO!

    Pessoas extremistas e de apenas uma opinião, prestem atenção: ouvir faz um bem danado, não só para a saúde dos ouvidos, mas também para a saúde mental. Quem não ouve o…

  • Blog

    PEDAÇOS FICAM…

    Pedaços ficam pelo caminho. A gente anda, anda. Impossível chegar inteiro ao destino se viver plenamente… Quem se entrega à vida dá de si inteiramente… Não dá para ficar ileso. Sem quebrar,…

  • Blog

    ALGUMAS REFLEXÕES RÁPIDAS COMO A LUZ…

    É difícil sim. Ser o que se é, manter as próprias posições, opiniões… Não sentir necessidade de se adaptar aos modelos de beleza ou não precisar se forçar para se integrar…

  • Blog

    PERGUNTAS INCÔMODAS

    Você se contenta com pouco? Com muito? Com o exato? Como você sabe quando está bom pra você? De que maneira você identifica suas necessidades? O quanto você espera dos outros…

  • Blog

    VONTADES

    Dizem que vontade é uma coisa que dá e passa. Até acredito. Passa mesmo. Mas o que dizer? Quando a vontade bate, o que a gente quer mesmo é saciá-la! Estou…

  • Blog Contos e crônicas Textos

    CANTO BRASIL

    Brasil… Meu Brasil brasileiro… Brasil que mora no meu coração. Da língua que tem saudade e pimenta. De cheiro. Muitos cheiros bons… de mato, de mar, do chão árido. Terra das…

  • Blog

    FASES SEM TEMPO DE SER

    Antes de ser criança eu fui velha, muito velha, tão velha que de velha eu morri. Morri tantas vezes de velha e de moça que um dia senti a dor de…

  • Blog

    MADRUGADA DE DOMINGO

    Meus dedos ainda dormiam quando comecei a trabalhar. A noite de sonhos foi intensa… Vim de tão longe que a memória dança. Sinto no corpo o peso da demora. É minha…