Textos

Nas próximas páginas você encontrará meus textos para sua leitura.
São textos compilados através dos anos, chegando à atualidade.
Dividi em três categorias: Poemas, Contos e Crônicas e Desvarios (onde se encontram minhas frases e pensamentos).
Os textos mais antigos guardam seus aspectos primeiros, ou seja, se falam da atualidade da época ou se retratam um momento específico de minha vida, não foram atualizados.
Achei correto manter o conteúdo original por entender que cada pedaço da vida da gente é importante do seu jeito.
Muitos destes textos já foram publicados em livros meus e algumas antologias de amigos. Para conhecer melhor minhas publicações, visite a seção deste site intitulada Meus Livros.

  • Contos e crônicas

    ANDO NUVEM…

    Ando nesta espécie de nuvem que aproxima e distancia, que voa entre outras, se desmancha, chove, se nutre novamente se molda, evolve, se envolve e segue. Com a atenção voltada para…

  • Desvarios

    AZUL DO CÉU E DO MAR

    O meu dia é azul. Azul de bonito, como o céu, como o mar, como alguns olhos tão bonitos de olhar. O meu dia é azul. Azul de triste, como o…

  • Contos e crônicas

    ENCONTRO DAS CORES

    Cada parte de mim uma cor. Cada centímetro do corpo e todas as dimensões da alma e da vida. Sou tão cheia de cores que as nuances se encontram, se penetram…

  • Desvarios

    TANTO AZUL

    Na noite insere-se a pouca luz vinda da imensidão de luzes gigantescas abraçadas pela incomensurável distância. Sob as águas, corpo e cabeça, a esperança foge. Nada pode ecoar ali. Nenhuma palavra.…

  • Poemas

    CORDAS

    a corda única, longa, forte, os fios espessos estica, segura, curva-se, esforça-se… até romper pelo excesso pelo mau uso pelo descaso. a corda. acorda. a corda sofreu o abuso do poder…

  • Desvarios

    PIMENTAS

    Poderia ser um pouco de açúcar e então ser doce, algo macio para a tarde… Poderia ser mais sal, o despertar do dia, vibração de mar… E no entanto és pimenta,…

  • Poemas

    TRANSBORDAR

    Deixe-me transbordar… deixe que de mim verta as águas e o sangue… lágrimas, suor, eu sou um rio correndo apressado para o mar… Deixe-me transbordar. Do copo, das beiras, do corpo……

  • Poemas

    PERMEÁVEL

    permanecer seria inevitável se desejasse conhecê-la melhor. partir seria fundamental se ansiasse viver ainda e plenamente. pesos e medidas… pinta-se a cena: com ou sem, sem… com… o que? por que?…

  • Desvarios

    A PALAVRA LIBERDADE

    A liberdade é algo tão forte que não há palavras ou definições que consigam alcançar sua amplitude. Gaiolas, correntes, cordas,muros, ilusões, ceguidade, formatação mental, padronização e doutrinação espiritual…. O que prende…

  • Desvarios

    REFLEXÕES E OUTROS DETALHES DA VIDA…

    Há momentos que chegam em nossa vida e nos fazem refletir ao ponto de mudarmos o caminho, redobrarmos as forças, repensar os objetivos, abandonar certezas, até mesmo recriar o que fomos…