Contos e crônicas

MANTER A DESORDEM

Zulmira chegara cedo ao trabalho e já tinha, com toda sua eficiência, realizado praticamente todo o serviço do dia. Olhava sua mesa, organizada como sempre, quando chegou o colega.

_ Pelamordedeus! Vai desculpando aí, mas de hoje não passa, não vou aguentar não!

-_O que foi criatura?

_ Tua mesa tá toda arrumada como sempre, que coisa! Bota bagunça nesta mesa Zulmira!

_Bagunça? Tá maluco Oriel? Eu não sei trabalhar com bagunça não.

_ Zulmira, entende uma coisa e de uma vez por todas minha linda: se não tem bagunça na tua mesa é porque tu não tem trabalho, tá na mamata! Todo mundo aí fala, viu… Já escutei cada coisa… Zulmira fica só navegando, Zulmira não quer nem saber…

– O que? Tá doido? Meu serviço tá em dia! Sempre tá em dia! Não sou dessas aí não visse!

– Isto eu sei. Mas e os outros? E pior ainda: e o Chefe? De longe eles olham e a tua mesa tá sempre brilhando, tem nem uma folhinha em cima…

– Credo… quer dizer que se não tem um monte de porcaria espalhada é porque eu não trabalho, é isto?

– Certinho como deusnocéu, nega!

– Puxa…

– Tasca bagunça nessa mesa mulher!

Zulmira abriu as gavetas e começou: duas páginas de uma carta já feita de um lado; três arquivos já preparados de outro; um monte de folhas que ia jogar fora… Espalhou tudo pela mesa. Ficou horrorizada olhando aquela zona, mas se acalmou quando ouviu

– Tá aí. Aprendeu amiga! Agora é só manter a desordem que ninguém mais nem olha teu serviço!

E Zulmira, com os olhos ainda arregalados, viu o colega sentar-se na mesa ao lado da sua, a mesa sempre cheia de lixo, ela pensava. Mas agora tinha entendido. Não era falta de eficiência do seu vizinho de sala, era só mais uma cortina estendida para afastar fofoqueiros. Olhou sua mesa e começou a achar pouca desordem. Então abriu novamente a gaveta e sorriu pensando em tudo que acrescentaria para manter a desordem em dia!

Photo by Ferenc Horvath on Unsplash

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.