Desvarios

PENSEI…

Somos o que somos. E também o que construimos ao longo da vida. Somos o que dizemos, o que fazemos, o que pensamos. 
E somos também a memória que permanece no coração daqueles que amamos e nos amam. E não uma memória construída pela dor, mas sim, a verdadeira, aquela que atesta a verdade de nossa existência e que só pode ser acessada através da bondade da alma.

Photo by sarandy westfall on Unsplash

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.