Desvarios

A LUZ…

Há luz. E a luz que brilha inunda a imensidão. Como mariposa na noite escondida, saio de mim e vou ao encontro da luz. Deixo as cascas caírem, os medos ruírem e a paz fluir. Meu andar é velho, mas meu olhar se renova a cada passo que dou. Outras partes de mim ainda hão de se liberar e desta forma me libertar por inteiro para a vida que sei existir.

Foto: @jaisenman (Capela da Praia, Esmoriz, Portugal)

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.