Poemas

PERMEÁVEL

permanecer seria inevitável se desejasse conhecê-la melhor.

partir seria fundamental se ansiasse viver ainda e plenamente.

pesos e medidas…

pinta-se a cena: com ou sem, sem… com… o que? por que?

poucos possuem respostas para as questões do coração.

para seguir adiante talvez não bastasse querer

pode ser que o desapego dela fosse maior, bem maior, tão profundo…

pobre-diabo! o inferno se formara ali mesmo em sua mente!

poção maléfica de uma bruxa chamada ansiedade!

pioneiros descobrem, desfrutam… e ele queria tanto dela desfrutar…

pacatos descobrem a serenidade longe da violência de paixões…

pacatez.. pioneirismo… chegara a este tipo de debate consigo mesmo.

pífio sujeito num momento abundante de conflitos pessoais.

pode ser que a resposta fosse simples: ficar com ela

privar-se do mundo,

perder-se nela,

pilhar a própria vida…

por ela…

pimenta, sal, todo tempero forte arruinando o âmago

poder nenhum da mente no controle…

paixão…

perdão! perdão que o martírio tomou as rédeas e é espinho na alma

porque na verdade… se decidir é tão difícil talvez a resposta se encontre ali.

promessas tornam-se vãs, o futuro nada garante, mas cobra.

pensando assim, e triste, e pesaroso, martirizadas as emoções inteiramente

para num canto e olha o cruzamento onde se encontra.

pinta a cena de seus braços encontrando os dela…

profundezas do supremo gozo dos amaldiçoados!

põe diante de si também o adiante aventureiro

promissor de uma vida antes sonhada

plenitude de uma existência.

pesa e mede.

por ela faria tudo

pelo poder no futuro também.

porto seguro um coração? nunca! corações são navios,

paixões são tempestades!

prenuncia-se o futuro então, límpido, nítido e ordenado:

porções de uma vida de riqueza exterior alcançada

poder… poder… ter… poder… poder ser e existir sem ela…

poder esquecê-la e dela esquecer tudo e qualquer coisa

pois sentia, ah! como sentia!, ser permeável a tudo

proveniente dela.

parasita!

peste!

permissiva!

poderosa!

perigosa!

primorosa…

perfeita…

preciosa…

prodigiosa…

pedaço inevitável dele

passagem inquestionável

para sua vida.

Photo by Bruce Christianson on Unsplash

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta