Poemas

VASO VAZIO

Vaso vazio.
Água longe.
A flor no chão.
 
A paixão desmanchou-se nos dias e não sobreviveu às saudades murchas…

Photo by Sasha&Dasha Bakani on Unsplash

Você pode gostar também de

1 Comentário

  • responder
    Jeferson Barbosa da Silva
    8 janeiro 2019 em 18 h 23 min

    Caríssima Jacqueline,
    Tu me ergueste, um dia, com aquele teu conto do “Varal”, sobre o escritor que havia sido abandonado pela inspiração.
    Depois de procurar por causas, motivos, razões, ele decide sair pela porta, e, calçada adiante, sair para ir procurá-la.
    Por isso, com o que me deste e o bem que me fizeste, trago-o, de novo a ti, e já te vejo fechando a porta atrás de ti, lá fora, nas calçadas, encontrando a luz do que passou, mas, não está perdido …
    Garoeiro

  • deixe uma resposta

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.