Cartas & Bilhetes

MÚSICAS NA CABEÇA E OUTRAS COISAS BOAS

Fazer o que se gosta é algo realmente muito bom, dá mais espaço para a boa vontade, libera a inspiração e deixa a gente com a liberdade de “ser” dentro do próprio trabalho, ou seja, existir plenamente.

E no dia a dia, nada mais gostoso do que trabalhar com música! Isto eu adoro. Das clássicas (amo Bach e violoncelo; as missas! ah como são lindas as músicas sacras!) passando pelas músicas que se inspiram na natureza (som do mar, sons de chuva, tempestade, etc.) até chegar ao jazz, pop, rock (delícia que é se abandonar ao som de uma guitarra)… Pouco importa. Sou realmente eclética e tudo depende do meu momento e também do que eu estiver fazendo. Mas escuto de tudo.

Há uma alegria inexplicada em combinar música e trabalho.

 

Imagem by rawpixel on Unsplash

 

 

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta