Poemas

GRETEL

os pedaços

pelo caminho

pelos

pelos

pele

carne

músculos

ossos…

nada ouço!

os olhos

olham

não vêem

mais nada

nem mesmo

os pedaços

largados

pelo

caminho…

sigo,

caminho

e para frente

não há mais

nada…

 

os pedaços, como bolas de sabão foram se dissolvendo no ar…

os pedaços se desfizeram, a terra os engoliu, tão menina do pão que fui, largando de mim as partes para poder voltar…

os pedaços invisíveis, a estrada sem volta, o caminho que não consigo mais encontrar…

Gretel morreu há tanto tempo!

 

Imagem by Catherine Zaidova on Unsplash

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta