Poemas

Pessoas mudam

pelas circunstâncias

conveniências

pela ciência

das ânsias…

mudam

as

pessoas

pela vontade

ou pela

obrigatoriedade

de se manter vivo…

os cortes e as feridas

da vida…

cabeça quente

esfriada

pelo cansaço

dos tombos

biombos

que escondem

os verdadeiros desejos

o ensejo

de nunca mudar…

de confessar

a única

verdade:

pessoas não mudam…

elas se ocultam

por trás das experiências

das dores e das vivências…

pessoas

não

mudam

mudanças

não existem

o que existe

é a andança

o que existe

são os esconderijos

onde se abrigam

as pessoas

que sabem

(porque elas sempre sabem)

mas fingem que não não sabem

que nunca irão mudar!

 

 

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta