Poemas

SE EU ESQUECER

Se eu esquecer uma palavra, deixa pra lá…
Se eu esquecer uma frase, completa por mim…
Se eu esquecer um nome, diz por mim…
Se eu esquecer uma lembrança, lembra por mim…
Se eu esquecer um rosto, diz-me: Não tem importância!
Se eu esquecer como fazer certas coisas,
mostra-me o caminho..
Se eu esquecer partes de mim neste caminho,
traz-me de volta!
Mas se chegar um momento em que muitas palavras fugirem
para cantos onde não conseguirei alcançá-las…
Quando as músicas não surtirem efeito,
montando em mim os quebra-cabeças da memória…
Instantes em que rostos e nomes simplesmente
forem fantasmas que não caçarei mais nas nuvens…
As vezes, que talvez serão muitas,
em que olharei o teto pensando ser o céu…
E mesmo, quem sabe, olharei para teus olhos
sem saber quantas vezes neles me perdi por querer…
Se estes esquecimentos chegarem à nossa vida
e preencherem mais os nossos momentos
do que os risos e as boas lágrimas que juntos vivemos…
Se for assim, abra-me o portão!
Mostra-me a estrada de volta, libera-me da bagagem  –
– que então será um fardo! –
e deixa-me ir…
Um dia, em um canto do mundo onde as memórias
haviam se escondido…
É lá que nos reencontraremos!

Imagem by julyrainxo

Você pode gostar também de

7 comentários

  • responder
    marna gentile
    20 novembro 2016 em 12 h 50 min

    Jacqueline, suas poesias têm uma profundida incrível. Vc é corajosa, admiro-a. Bom domingo.

  • responder
    Zuleida
    14 novembro 2016 em 23 h 28 min

    Engasguei!!! Os olhos ainda estão brilhando…

  • responder
    Maria da Conceição R Moreira
    13 novembro 2016 em 16 h 13 min

    Chorei copiosamente. Estes teus versos me tocou com força são belos demais para ficarem somente nos olhos!
    Obrigada!!

  • responder
    audelina macieira
    12 novembro 2016 em 3 h 35 min

    lindo demais!

  • responder
    Gilberto Nogueira de Oliveira
    11 novembro 2016 em 4 h 32 min

    Está lindo o seu blog amiga. Lindo poema. Parabéns.

  • responder
    Quênia Luz de Jesus Horn
    10 novembro 2016 em 18 h 29 min

    Amei querida!

  • responder
    Rita de O Medeiros
    10 novembro 2016 em 17 h 36 min

    Amiga….

  • deixe uma resposta