Poemas

FLUTUAÇÕES

há uma embarcação no cais.

creio que me aguarda…
observo, o olhar levando
minha alma até ela
na curiosidade sincera
dos que desconhecem
os dias futuros…
são inseguros
os medos mais que as fardas
que oprimem no comando
os que guardarão sequelas
das agonias da fera
que no travesseiro amanhecem
gotas de lágrimas e suor…
vontade de ver maior
a paz dançando no vento
na forma de uma bandeira
do país que é coração
sobre as ondas e ventanias
o mar, o céu, destinos incomuns
se cruzam pelo cosmos…
e se formos nós?
se formos não só mais um
mas em todas as cercanias
a verdadeira nação
berço da mão curandeira
de um novo momento?

chego mais perto do cais…
chego mais perto do barco…
embarco
partimos
porque sabemos
o rumo.

Imagem by Antranias

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta