Poemas

RECONHECER

Faço esforço.
Tento reconhecer-me. E a ti.
Mas não reconheço.
Nem a mim e nem a ti.
Estamos tão distantes de nós…
Enquanto mais próximos do que nunca,
nos distanciamos sem adeus.
Abraços presentes e presentes nos braços…
Tão próximos estamos como nunca!
E já há muito partimos sem dizer adeus…
Segue o rio seu curso…
Olhos nas águas o reflexo e não me reconheço.
Nas margens comigo estás, olho teu semblante
e já não sei quem és…
Sei apenas que dentro de mim morava alguém
que te conhecia…
E que dentro de ti habitava aquele
que me compreendia…
Mas de que serve pensar nos que não
reconhecemos mais?
Se estes de nós que sobreviveram às aparências
são os que melhor se entendem
e mais se entregam?
Reconhecer perde assim a importância
e o significado muda:
conhecer novamente alguém é impreciso…
o que é preciso é tão somente
amar a si a quem se tem.

 

Imagem by  chigga (Thank you!)

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta