Poemas

PODE UM CAFÉ MUDAR O MUNDO?

não sei. me perguntava isto agora mesmo:

pode um café mudar o mundo?

talvez. talvez mude o meu resumido universo

afastando certas nuvens pesadas

levando-as para longe, onde possam chover em paz…

aqui onde estou eu não faria da chuva música, não dançaria

não haveria paz, só silêncio. não haveria cores para a chuva…

pode ser que um café mudasse tudo…

levasse embora o mau-humor e a agonia contida

soltasse enfim as lágrimas secas que embaçam os olhos…

o gosto amargo do café talvez fosse mais amargo

que o gosto de certas coisas que a vida faz engolir

e o calor da xícara talvez substitua o calor de mãos distantes.

se um café puder mudar o mundo, então aceito.

me levanto de onde estiver e vou prepará-lo, buscá-lo, bebê-lo.

esquecendo com ele durante os minutos em que aqui estiver

durante o tempo em que puder olhar o escuro líquido

encher o vazio do recipiente e o meu…

então: pode um café mudar o mundo, afinal?

respondo que sim. que pode. que deve. que irá mudar.

me tirará da inércia, me dará ideias, me fará largar tudo

para tê-lo nas mãos.

depois… depois que tudo volte ao ponto anterior. ou prossiga.

depois que tudo seja simplesmente o que tiver de ser.

não há necessidade de lembrar ou recuperar o que se foi.

 

Imagem by MKDigitalArt

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta