Poemas

O VERMELHO DOS LÁBIOS

lábios vermelhos sangue

sangue correndo

corroendo as veias

vertendo loucuras

loucos pensamentos

pendências da carne…

lábios de rosa flor

florescendo no rosto

rompendo o silêncio

sintetizando o momento

movimentando o corpo

corrompendo o juízo…

lábios coloridos de batom

bastão de perfume sedutor

semente a brotar na pele

pela falta pura da razão

rasga-se em mil pedaços

pede clemência divina…

 

vermelhos são os lábios que se fecham…

em torno da palavra nunca pronunciada:

paixão.

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta