Poemas

GAZAL DOS PENSAMENTOS DISPERSOS

São tantos os pensamentos que me vêm, conjuntos e dispersos
Por minha mente já cansada que transforma tudo em versos!

Tenho a cabeça que tenta se manter concentrada
Mas nem meditação me tira os pensamentos tão perversos…

Eles que desfilam com audácia e não me dão silêncio
São muitas vezes loucos, invasivos e perplexos.

Me fazem viajar sem querer, sem pedir, sem passagem…
Atravessam comigo todo o universo.

Se o silenciar é coisa preciosa e rara
Os pensamentos, eles são mais que controversos.

Perturbam o dia a dia, invadem a noite assim sem cerimônia
Mesmo que eu esteja pelo sono submerso.

Falam comigo como se fossem amigos, companheiros
E eu me calo que com loucos não converso…

Pois os pensamentos, de insistentes e confusos que são
Me deixam mal, com as dores que tristemente atravesso!

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta