Poemas

PARA CADA MULHER

Que as mordaças que fecham tua boca

sejam retiradas.

Uma a uma. Todas. Sem exceção.

Que possas usar tuas roupas

sem ser julgada.

Sem que te imponham condição.

Que tenhas a liberdade de escolha

e de resposta também.

Que possas perguntar. Tudo.

Que possas te expressar sobre a folha

e em todos os meios que tens.

Sem precisar de escudo.

Que possas ser tu mesma naturalmente

sem ter que dar explicações.

E nem sofrer as consequências.

Que possas cumprir teus deveres legalmente

e teus direitos sem sanções

ou absurdas conveniências.

Que te olhem com o olhar de respeito

e com o tom da igualdade

todos os dias da vida.

Que sejam reconhecidos teus pleitos

sem ferocidade.

Que a diferença seja esquecida.

Que sejas, mulher de qualquer natureza

aceita como és intimamente

e não julgada pelas aparências.

Que tenhas a graça, o cérebro e a beleza

celebrados equitativamente

em toda tua vivência.

 

Que nascer mulher na alma é um dom.

 

Imagem by Bergadder

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta