Contos e crônicas

TODOS SÃO IGUAIS?

Me solidarizo com os brasileiros que lutam diariamente contra todas as formas de corrupção, desde aquela do cara que leva a canetinha do escritório para casa, passando pela senhora que não devolve o troco a mais no supermercado, até o político que rouba sorrateira ou descaradamente.

Mas não participaria de manifestações como as do dia 13 de março, que foram partidárias, cheias de ódio e comandadas por sombras.

Manifestação política infestada de bolsonaros, malafaias, cunhas e aécios, estrelas do ódio e da corrupção que também não enganam mais ninguém a não ser a própria justiça.

Creio na igualdade: cometeu um crime, deve pagar. Pouco importa o seu partido político, a sua posição social ou qualquer outra coisa que possa ser um diferencial no tratamento e que não deve existir perante a justiça.

Não julgo a opinião de pessoa alguma, todos têm seus direitos de expressão e manifestação e, mesmo não concordando, não vou na casa de ninguém dizer desaforos, portando, resguardem-se, fiquem em paz e guardem as raivas que aqui não pega (Não aprecio bate-bocas sem noção, então simplesmente apagarei baixarias, se acontecer de vê-las nos comentários).

“Odeio o privilégio e o monopólio. Para mim, tudo o que não pode ser dividido com as multidões é tabu.”

(Mahatma Gandhi)

 

“Todos são iguais perante a lei, mas alguns são superiores a ela.”

(Carlos Drummond de Andrade)

 

Consola-te por teres de suportar injustiças; a verdadeira calamidade consiste em as cometer.

(Pitágoras)
Justiça extrema é injustiça.

(Cícero)

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta