Poemas

PODE SER QUE SEJA HOJE

Cruzo os dedos. Pode ser que seja hoje.

Deixo o coração bater mais forte…

No ventre, a respiração toma fôlego.

Fecho os olhos…

Silencio de todas as palavras.

Pode ser que seja hoje.

Espero. Quero. Preciso.

Mas…

Pensando bem…

Será que é mesmo o que preciso?

Ou apenas quero? Espero?

Será para o meu bem?

Será tão importante assim

que eu deixe outras coisas

e fique aqui, deste jeito?

Descruzo os dedos. Pode ser que seja hoje.

Meu coração se acalma um pouco.

Sento, respiro…

Abro os olhos e deixo soltar um grito!

Quero ser livre!

Livre até mesmo de minhas vontades

Livre de meus sonhos e esperanças

Livre de promessas!

Pode ser que seja hoje.

Mas se não for, não será nada demais.

Será um dia a mais.

E eu estarei bem.

 

Imagem by Cristina Ureta

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta