Blog

SOU UMA SEGUNDA-FEIRA!

As vezes me sinto assim, um pouco sexta-feira, agitada e cheia de esperanças meio loucas. Mas na grande maioria das vezes é exatamente o contrário: sou uma “segunda-feira” num mundo de “sextas-feiras”! Gosto de acordar e levantar cedo, adoro trabalhar, acho feriados longos um saco… Convivo bem com a solidão (a escolhida, não a obrigada).

Aprendi, nestes longos anos aqui pela Europa, a amar os dias curtos e as noites longas. Também aprendi a apreciar a beleza meio fatal dos dias grises que nos envolvem. O frio é menos insuportável quando se aprende a conviver com ele, sabendo que não é eterno, que deixará espaço depois para os dias quentes e ensolarados.

A chuva me alegra, tempestades me acalmam.

Sou uma pessoa que aprecia a calma. Rotinas não me assustam, não me incomodam, não me perturbam. Guardo no coração e na vida amigos que, somadas as décadas que os conheço, dariam séculos de amizade!

Vou pelo caminho fazendo novas amizades que, com o tempo, espero também que sejam para décadas de souvenires e boas companhias.

Tenho hábitos tranquilos e sonhos intranquilos. O contrário também acontece. Me adapto facilmente, não sofro por causa de colchões, travesseiros ou outras coisas materiais. Sofro a saudade. Sofro as distâncias. Sofro ausências. Sofro os males da ingratidão e da violência.

Faz parte de mim a vontade de ir adiante, de aprender novas coisas, de não estagnar a mente. Mas faz parte de mim também guardar em cantos profundos os “algos” que me fizeram feliz um dia. Tenho a mente afiada e o coração fechado à chave. Chave esta que poucos conhecem o lugar onde costumo deixar.

Sou mesmo uma segunda-feira. Meus sorrisos me dão ares de sábado, minha alegria natural me dá um perfume de sexta-feira, minha tranquilidade é um domingo perfeito.

Mas sou uma segunda-feira, não se enganem… Assim como a vida, sou recomeço. Eterno. Sem complexos e sem remorsos.

 

Um dia da semana que vale a pena viver!

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta