Poemas

SINA

Ao nascer, foi condenada.

E para isto, castrada.

Crescendo, foi podada.

Amadureceu, apedrejada.

Afagada pela fúria

Apagada pelo espúrio

Considerada escória.

Abnegada ou louca

O que fizesse era pouco

Ou poderia ser demais.

Cansada, trabalhava.

Adoecida, se dava.

Mortificada, não mostrava.

Foi condenada ao nascer

E castrada para não ceder

Podada para nada ver.

Esfolada viva.

Escorraçada viva.

Encurralada viva.

Violentada

com atos e palavras

Degradada

com atos e palavras

Insultada

com atos e palavras

Apedrejada

Apedrejada

Apedrejada

Sua vida era um insulto ao homem.

Ela era somente mulher.

 

Imagem by Zerocool

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta