Poemas

POEMAS COM A LETRA P (2)

PÁSSARO

Pássaro

Passeia pelo ar… um voo

Pausado de beija-flor

Passando de flor em flor

Pólen no bico

Para semear amor.

 

PÓSTUMO

Pó.

Para todos e de cada um.

Pó.

Palavras talvez ficarão.

Pó.

Poderes cairão.

Pó.

Porque nada permanece

Para sempre.

Pó.

Poeira de estrelas, de corpos enterrados…

Poetas, guerreiros, pobres e abastados…

Pó.

Posses nada garantem

Para a eternidade.

 

 

PESSOAS

 

Princípio… no princípio…

Pintou-se no céu

Pedaços de nuvens

Pedras apareceram

Pela terra.

Pessoas vieram depois… tão depois…

Pessoas vieram depois

pensando ser tudo…

pena…

por assim pensar destruíram o

planeta.

 

 

PESTE

Problema sério

Pensar demais.

Peste.

Pavor mental

Porão escuro.

Palhaço

Pândego

Profusão de risos doridos

Punção da agonia

Podre

Pensamento.

Pensar demais …

Problema sério

Preocupante gesto

Poderoso veneno

Para o coração.

 

 

POBREZA

Pobres pessoas

Passeiam pelas provações

Provocam palavra

Pensam poder permanecer.

Poeira! Poeira prevalecerá!

 

 

PESADELOS

Pesadelos

primeiro

povoam

pensamentos.

 

 

PARCIMÔNIA

Para a posterioridade

Para pagamento

Para possível

Perda.

Passe o pobre a parcelar projetos…

Passe o apatacado a pagar primeiro.

Parcimônia nas palavras

Parcimônia nos pesares

Parcimônia nos prazeres.

Pendure-se  os portfólios

Precise-se os pormenores…

Passe o pedreiro a produzir as pedras…

Passe o padre a pensar suas preces…

Porque a pressa impele o passo

Os pruridos já pulsam

E os impulsos da pele pútrida

Penam a impedir o processo…

Pense o pródigo a primeiro em pedir…

Passe o perdido a pedir perdão…

Porque a podridão já pôs a perder

Pecadores e prostrados.

 

 

PONTO

Procura-se

Ponto.

Pede-se

Pouco.

Para produtos perecíveis

Para produtos permanentes

Preferência parcelado.

 

Imagem by IvaCastro

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta