Desvarios

SUNFLOWER E OUTROS

SUNFLOWER

O desalento do filme, a magnitude da música… Ou seria a beleza do filme e a tristeza da música… Ouço o disco do filme “Os Girassóis da Rússia” e uma melancolia me atravessa a pele.

Diante de tudo o que penso enquanto escuto, a única coisa que me sidera é o estoicismo destas flores imensas, sem muita apresentação, mas sensíveis e vistosas, clamando seus reflexos junto aos raios da estrela mor.

Neste momento eu queria ser um girassol!

 

 

TAMPAS

Matar o tempo… passar o tempo… pedir um tempo… dar um tempo… meu deus! Que desperdício horrível de tempo!

 

PASSOS E CURVAS

Onde estariam os meus passos hoje se algum deles tivesse feito uma das curvas que entrevi e duvidei existir?

 

SEM BONDADE

Creio menos da ingrata bondade dos homens do que em sua inegável e implacável crueldade.

 

SENSAÇÕES SECAS

O calor que sinto é um calor procurado, cultivado. Não há nada de natural no seco da sensação.

 

Os olhos se fecham um pouco, como se houvessem faíscas de um fogo que se elevasse e trouxesse para eles o ardume. Mas não há fogo, o calor é seco e os olhos não veem.

 

ALTOS E BAIXOS

Altos e baixos. Assim são feitos os momentos da vida. Como vales e montanhas, se sucedendo na paisagem e proporcionando uma magnífica visão.

 

ESCREVER PARA ESCREVER

Escrever o que certos não entendem e outros nem leem. Escrever o que passa pela cabeça, voos, sobrevoando a iminente rima com o nada.

 

SERIA

Um pedaço de mim ainda queria. Seria. Poderia. A outra parte, em comum com as outras, apenas é.

 

Imagem by cafepampas

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta