Poemas

MOLDURA VAZIA

O rosto era só
a moldura para aquele sorriso.
Quando o sorriso se foi,
o rosto também se foi.
Deixou o peito coberto
o coração mais que incerto
do futuro que lhe cabia.
Era assim,
esvaziar-se de amor.

 

Imagem by RondellMelling

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta