Desvarios

OBSERVAÇÕES DA ESCRITA

A caneta observa o papel…
ela sabe o que dizer.
Saberá a mão que a toma entre os dedos?
Segredo!

 

Uma página branca surge. Como a nuvem que não vai chover. Nada acontece, ela passa apenas. Silenciosa. Muda. Sem inspiração para viver.

 

As letras descem sobre o papel com a voracidade da fera faminta. Elas precisam se alimentar. Pouco depois, palavras e frases formadas, elas descansam, belas, sob a tranquilidade da leitura.

 

Imagem by Kaboompics

Você pode gostar também de

1 Comentário

  • responder
    Maria (Nilza) de Campos Lepre
    11 novembro 2015 em 10 h 01 min

    Lindo como tudo que escreve. Sou sua fã! Bjim.

  • deixe uma resposta