Poemas

EQUILÍBRIO

Tento manter o equilíbrio.
A mente e o coração em equilíbrio.
As pernas em equilíbrio.
Tudo para permanecer de pé…
olhos abertos para não perder de vista
a realidade.
Mas nada é tão simples…
A mente em geral faz pouco do coração
e o coração não compreende
o que a mente racionaliza.
As pernas, buscando um caminhar mais rápido…
falham!
Vem a confusão, o tombo, o medo.
Depois vem a dor. E depois da dor a compreensão.
E só depois da compreensão vem o desejo
de recomeçar…
a manter o equilíbrio.
Mas com direito a oscilações
tentações do corpo
e desordem na mente.

 

Imagem by Jakub Michankow

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta