Poemas

CREIO NA VIDA

Creio na vida.
E no que faz viver.
No que defende a vida…
e não faz sofrer.
No que espalha a vida
e não a deixa morrer…
Creio na vida
e em tudo dela
que se possa querer.
Do infinito dos céus
ao infinito das células…
creio na vida!

 

Não conto os dias
nem conto as horas.
Não vigio a respiração
nem os olhares perdidos.
Reservo minha energia e minhas emoções para ser feliz sem me questionar, sem buscar razões, sem saber porquês. A felicidade não tem sobrenome.

 

Imagem by Shutterstock

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta