Poemas

RENDEIRA

Mão pra lá

mão pra cá

mão que leva

e traz o fio

mão que passa

entrelaça

traça

a graça

da renda de bilro branca.

 

Imagem by Dilson Santos

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta