Poemas

GUERRAS

Guerras vieram, guerras virão

todas elas derramando lágrimas

sobre o chão por onde passam.

Sepultam os pais e os filhos

Tingem de vermelho a terra e o mar

Destituem do poder os fortes e os fracos

Massacram crenças e apontam descrentes

Guerras deixam órfãs

as vidas que ainda poderiam crescer

sobre o chão por onde se espalham.

Delas o que sobra é a miséria

dentro e fora do ser humano.

Miséria que os anos mesmo precisarão

de mais tempo e menos memória

para poder tentar esquecer.

Guerras

só constroem

terras

de ninguém.

 

Imagem by ThePixelman

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta