Poemas

DOS OLHOS SEM ENCANTAMENTO

Todas são boas e perfeitas, as versões do paraíso.

E o que é preciso para ser aceito?

É preciso se santo?

ou apenas quebrar o quebranto

de olhos mutilados

pela visão insana da realidade?

Toda a santidade não preserva

do malogro de enxergar

um cão moribundo, um homem no chão

a criança pedindo e a mulher sem perdão.

Feche-se a sete chaves o coração.

Ainda sim verá a alma tudo o que vai além

do paraíso.

Excertos de uma história contada

que poderia ser a vida inteira…

Versões do paraíso imaginadas

pela vontade, pela sede, pela fome

pelo desejo de um coração incólume…

ou morto

ambicionando abrir-se

sem o risco

de se ferir para sempre.

 

Imagem  by Shirin Kavin

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta