Desvarios

MEUS PENSAMENTOS

ANJOS VINDOS

Foram anjos de asas longas e longos presságios que andaram por aqui. Anjos sem nome e sem rosto. Anjos sem véus, desmistificados e tementes das sombras e do sol. Anjos cheios de graça e agraciados com a vontade do homem. Os mesmos anjos que um dia desistiram de tudo e de todos. Foram estes anjos que vi voltando, desde longe os olhos buscando a claridade abandonada. Descerão eles nesta terra e aqui será então o paraíso? Cairão eles aqui e tornar-se-ão eles nada mais que humanos famintos e sombrios? Chegou o instante em que o planeta se acaba e a visão dos anjos é simplesmente a última? Ou…

 

AQUELA COISA

Não tem jeito. Pode cavar fundo. Fazer a cova mais funda possível. Vai ter sempre aquele dia em que aquele pensamento ou aquela emoção, aquele sentimento, “aquela coisa”, “aquele sei lá”, aparece sei lá de onde e vem bater.

 

MISTÉRIOS

O que me assusta mais lá fora? Será o mesmo que me apavora aqui dentro? O que me impede de ver o mundo lá fora? Será o mesmo que vela a paisagem interior que não consigo desvendar?

 

BELEZA INTERIOR

Olho pela janela e o mundo me parece lindo. Dois passos. Muitas vezes nem dois. E estou de volta. Para dentro de casa, para dentro de mim.

 

OPÇÕES

E se eu estivesse morando no meio no oceano sem nunca ter percebido? E se o que fosse preciso somente aprender a caminhar sobre as águas? Flutuar? Até encontrar terra firme, uma ilha, um continente, um outro planeta acima no ar.

 

PERCURSO

Terrenos baldios. Fronteiras. Cercas espessas. Estradas. Caminhos. Rios correndo, correndo ao longo, tentando alcançar. Rotas. Barragens. Paradas. Vilas. Vilarejos. Cidades. Metrópoles. Desertos. Longos. Pedras. Pedreiras. Morros. Montanhas. Lagos. Mansos. Profundos. O fundo. Areia. Movediça. Terra. Lama. Pedregulhos. Água. Escuridão. Água escura. Peso. Luz. Raio de luz. Água. Ar. Muito ar. Muita luz. Árvores. Mato. Pedras. Desvio. Caminho. Estrada. Retorno. Continuação. Sequência.

 

 

DA PERFEIÇÃO

A perfeição é uma exigência inexata.

A perfeição é o estado latente da desilusão.

 

Imagem by lailajuliana

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta