Desvarios

PENSANDO ALTO…

Ando repensando tantas coisas. E com estes “repensamentos” ando também repisando certos caminhos que fiz. Na memória eles não me parecem tão duros, mas também já não me parecem tão lindos assim. Ando repensando vontades, sonhos, itinerários de vida… Ando repensando objetivos, diretrizes… Enfim, ando repensando minha vida. Sei que não sairei imune de tanto repensar. Provavelmente mudarei muitas coisas em mim e nas coisas que me rodeiam; no que faço e naquilo que sempre quis fazer. Mas serve pra isto pensar. Para criar e recriar, para mudar. E eu sinto que estou precisando de mudanças, muitas mudanças. Mudanças drásticas
em algumas coisas e mudanças muito calmas em outras. em todo caso, de tanto repensar com certeza eu mesma já sairei mudada destes últimos tempos para o futuro.

 

Erros e acertos.
Acertos e erros.
Eu erro e também acerto.
O mundo está aberto
para todas as tentativas…
Somos parte do mesmo pedaço de pão. Repartido entre os famintos. Jogado aos pombos. O pedaço de pão que não ficou sobre a mesa.
Porque precisava de vida, foi à vida. Somos partes iguais, as partes que não ficaram esquecidas.

 

Só eu posso falar mal do vento. Ninguém mais. Como falar de mãe, de irmão, coisa assim. Porque eu amo o vento, amo suas peripécias, sua arte, suas doideiras. Amo quando vem manso e amo também ouvir seus cantos bárbaros. Mesmo se me assusto quando ele se transforma em ventania desenfreada, mesmo se temo sua força. Só eu posso falar mal do vento e dele dizer coisas chatas ou abomináveis. Ninguém mais. Porque meu amor por ele é maior do que as raivas que sinto, meu sentimento é de paz e quando ele passa por mim se acalma junto em meu coração. O vento é meu companheiro, me lembra o mar, me traz seu cheiro; me lembra os campos, levanta e carrega consigo o cheiro de mato. E os cheiros de mar e mato enchem meus dias de vida,
fazem de minha vida um recanto natural de amor. Só eu posso falar mal do vento… ninguém mais… a não ser que aprenda a amá-lo como eu!
Dizem que de boas intenções o inferno está cheio… e creio que está…!
Mas é lá também que estão as maiores e melhores… tentações!

 
Passos para a frente
encontram o futuro…
Passos para trás
Não encontram mais nada
porque o passado
se desintegra
em milhares de pequenas lembranças
espalhadas pelo presente…

 

Imagem by Christos Tsoumplekas

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta