Poemas

PRECIPITADAMENTE

Sou uma pessoa muito cautelosa:

antes me atirar no abismo,

asseguro-me de que não encontrarei o fundo…

porque se é para voar alto

quero que as asas não batam

e os pés não se quebrem

e as mãos se descubram no descanso

junto do olhar.

Sou uma pessoa das mais caudalosas:

antes de me lançar no abismo

jogo de mim antes todas as vaidades…

porque se é para voar perdida

quero que as asas não falhem

que os pés não cansem

e que as mãos se descubram no manso

justo do olhar.

 

Imagem by SnapwireSnaps

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta