Contos e crônicas

O QUE É FAMÍLIA?

Só para começar, pergunto: o que é família?

Pais e filhos. Avós, tios, primos, pais e filhos. Amigos, colegas, conhecidos. Desconhecidos até…

Bem, a definição tradicional ficaria somente no “pais e filhos”. Mas sabemos e muito bem que a definição real e correta de família vai muito além disto.

Há família onde os avós são os pais e os pais e netos são os filhos. Há famílias onde tios e tias acabam se tornando os pais, assim como padrinhos e madrinhas fazem exatamente o mesmo. E a família apenas de irmãos, porque os pais e os demais se foram, de um jeito ou de outro.

Há ainda situações em que os amigos e colegas conseguem ser mais família do que a própria e tradicional família.

É sem falar dos desconhecidos que oram, estendem as mãos, os braços, se agigantam para fazer algo por gente que não tem ninguém e para quem eles se tornam família.

Por isto, resumir família a pais e filhos é meio absurdo. Ou completamente.

Mas mesmo que fôssemos ficar em pais e filhos, ainda assim a coisa complica, porque querem que este “pais” e “filhos” fiquem assim: mamãe, papai e seus filhos legítimos, feitos por papai e mamãe e nascidos de mamãe da forma mais normal possível.

Espera aí! Não dá para ser assim somente. Gente! O mundo evoluiu, há uma abertura incrível para a aceitação do amor em seu mais amplo sentido. O casamento ele mesmo já se abriu e floresceu. Então por que a família não pode ser formada por duas mamães ou dois papais? Porque os filhos não podem ser adotados?

Crianças soltas na vida, agasalhadas em orfanatos, perdidas nas ruas, maltratadas por pais e mães verdadeiros (tradicionalmente falando) existem aos montes. Todas precisando de um lar onde o sentido desta palavra chegue para elas com o calor humano necessário juntamente com o suprimento das necessidades físicas.

Gente interessada em dar amor a estas crianças, também tem muito por aí. Gente que se ama, que ama amar e que poderá, certamente, se tornar pai e mãe com muito sucesso. E que importância tem se a pessoa em questão for casada com alguém do sexo oposto ou do mesmo sexo? Sinceramente? Ou mesmo se nem casada for?

Tanta miséria, violência e tristeza por aí pelo mundo e a gente ainda discutindo as formas de amor e de amar? Isto é muito pequeno…

Tão pequeno que o Universo sequer enxerga!

Afinal, família é onde os filhos, não importa a origem deles, são amados e cuidados. Família é onde os pais se entendem e zelam uns pelos outros. Família é onde as pessoas têm amor, verdadeiro amor, uns pelos outros.

Então… me desculpem os que ainda se mantém dentro dos parâmetros dignos da Santa Inquisição, mas eu quero mais é que a família fuja do convencional, se abra para o mundo, seja amor puro e incondicional.

E que os preconceitos se afoguem em tanto amor!

 

Imagem by geralt

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta