Poemas

ESPAÇOS VAZIOS

Eu estou começando a ficar

cheia

de tantos espaços vazios.

Gavetas sem panos

Estantes sem livros

Armários sem louças

E tudo está por um fio.

As conversas são poucas

Os remédios sem vidros

A cama chamando

E a casa inteira agitando

os espaços baldios.

Onde ninguém mais brinca

Ninguém mais ri

Ninguém mais pinta

Ninguém mais…

 

Imagem by Unsplash

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta