Poemas

CRUEL CRUEL

E se eu fingir que estou bem?

Que nunca estive mal?

Se eu disser que sou má..

Que te fiz te refém…

E se eu brincar de vampiro?

Quiser o teu sangue?

Te levar pro meu mangue

Te arrancar mil suspiros…

E se a bruxa for meu ego?

Se a rainha já morreu?

Se teu destino sou eu…

Estás cego?

É a dor

A dor do amor

O amor da dor

Dá… assim…

Dá.. dá… sim.

De acreditar em mim

No meu lado mau

No meu tudo cruel

No meu lado céu

E me amar e me deixar

Fazer o que eu

Quiser…

 

Imagem by Gabor Dvornik

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta