Poemas

DE DENTRO VEM A TEMPESTADE

De dentro a tempestade se anuncia
ela vem mansa, enegrecendo primeiro o olhar
depois fechando os lábios.
Um instante depois, águas de rio descendo,
as palavras soam como trovões…

 

Imagem by Unsplash

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.