Poemas

DE DENTRO VEM A TEMPESTADE

De dentro a tempestade se anuncia
ela vem mansa, enegrecendo primeiro o olhar
depois fechando os lábios.
Um instante depois, águas de rio descendo,
as palavras soam como trovões…

 

Imagem by Unsplash

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta