Poemas

CRIANÇAS

Éramos felizes, ou ao menos tínhamos o que pensávamos ser felicidade.

Crianças sempre encontram felicidade.

Crianças são felizes por nada e por tudo.

Há cores na infância que outros olhos não veem mais. Ou nunca viram.

Sons e brincadeiras de cantar e contar. Escondem-se as tristezas atrás de risos

o riso é a alma das crianças e alma das crianças é felicidade.

Promessas não guardam o reino da infância e crianças crescem

A memória se perde no caminho entre a infância e o que vem depois

onde não há sobras, ou há sobras, onde as sobras também não têm memória.

 

Imagem by Seema Krishnakumar

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta