Artigos

ENTREVISTA PARA SELMO VASCONCELLOS

SELMO VASCONCELLOS – Quais as suas outras atividades, além de escrever ?

Além de escrever e editar meus próprios livros, também faço uma revista literária digital (em formato PDF) chamada VARAL DO BRASIL e que tem como slogan: Literário, mas sem frescuras! É uma revista que dá a oportunidade aos que gostam de escrever, sejam novatos ou profissionais, de escrever juntos sobre os mais variados temas. A revista é bimestral e é distribuída por e-mail, blogs, sites e redes sociais. Toda participação é gratuita.

Organizo a Antologia Varal Antológico que já está no seu volume 3 e que é lançada no Brasil e na Suíça.

Tenho um Selo Editorial em parceria com a Design Editora de Santa Catarina onde editamos livros com respeito e qualidade.

Represento autores brasileiros na Suíça. No ano passado, o Varal do Brasil levou quatorze autores para autógrafos e mais de cento e cinquenta títulos para exposição e venda no 26º Salão Internacional do Livro e da Imprensa de Genebra, um dos mais concorridos salões do livro não só da Suíça, mas de toda a Europa.

Este ano de 1º a 5 de maio, estaremos lá novamente, no 27º Salão Internacional do Livro e da Imprensa de Genebra com um stand maior e uma programação mais extensa que conta com sessões de autógrafo, bate-papo com escritores, show acústico sobre literatura e música e exposição de pinturas e esculturas.
SELMO VASCONCELLOS – Como surgiu seu interesse literário ?

Meu interesse literário vem de família. Em casa o livro, as revistas, toda forma de leitura sempre foi muito valorizada. Do lado paterno de meu bisavô a meu pai, todos foram jornalistas, o que acabou sendo também minha atividade durante muito tempo no Brasil.
SELMO VASCONCELLOS – Quantos e quais os seus livros publicados ?

Tenho vários livros publicados: Pedaços de Mim e Coisas Assim (poemas, esgotado), Muito Mais do que Solidão (Pensamentos, esgotado), Coracional (Poemas, Pensamentos e Crônicas), Poesia nos Bolsos (Poemas), Entre os Morros da Minha Infância (Crônicas), Lata de Conserva (Minicontos), Palavras para o seu coração (Pensamentos) e Briga de Foice (Minicontos e pensamentos. Também participei e participo de várias antologias no Brasil e no exterior.

 

SELMO VASCONCELLOS – Qual (is) o(s) impacto(s) que propicia(m) atmosfera(s) capaz(es) de produzir poesias ?

A vida para mim é poesia constante. Vejo poesia no mais trivial da vida, nas pessoas, nas paisagens, nas emoções que certas situações me passam.
SELMO VASCONCELLOS – Quais os escritores que você admira ?

Tenho grande admiração pelos novos escritores, os que lutam para mostrar seus talentos. Tenho carinho especial por Mário Quintana e Luis Fernando Veríssimo, a quem tive o prazer de conhecer aqui em Genebra. Gosto muito também de Ferreira Gullar, Adélia Prado, Clarice Lispector. A lista seria longa!
SELMO VASCONCELLOS – Qual mensagem de incentivo você daria para os novos poetas ?

Eu diria a todos que antes de qualquer coisa lessem muito. A leitura é essencial para bem escrever. Então leiam muito e de tudo! Quanto mais estilos melhor! E quando pensarem em editar, preparem seus projetos com carinho e não escolham qualquer editora apenas porque forneceu um preço dito bom. Procure uma editora que valorize o seu livro, que revise, dê sugestões para o conteúdo, use um bom papel, faça uma boa capa. Um livro é um filho e fazer de qualquer jeito só para ter livro editado, sinceramente, não vale a pena. Agradeço a oportunidade desta entrevista! Muito obrigada, Selmo!

 

Foto: Lançamento dos livros Lata de Conserva, Poesia nos Bolsos e Varal Antológico 1 em Florianópolis (by André Bacha)

Entrevista concedia em 2013 para o Portal do autor Selmo Vasconcellos

(http://www.selmovasconcellos.com.br/colunas/entrevistas/jacqueline-aisenman-entrevista-no-467)

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta