Poemas

BALÉ

Um passo
dois passos
passos para um lado, para outro
para frente e para trás.
Um pequeno salto
um rodopio pelo chão
outro nos ares do alto.
Dança, dança a menina…
baila, baila a bailarina.
Vestida de sonhos e tule
embevecida com o precioso som
enternecida pelo gracioso movimento…
Ela não sorri. Seus olhos estão fechados…
Tudo é tão perfeito!
Suas pernas e braços, suas mãos…
parece um pássaro!
E entre todos os seus volteios, passo após passo…
ela se inclina diante da música
reverencia o criador de toda aquela harmonia…
Dança, dança a bela dançatriz
baila, baila e seu bailar é tão feliz…!
Um passo
dois passos
cada passo mais próximo
da perfeição.

Imagem by Public Domain

Você pode gostar também de

Sem comentários

deixe uma resposta